quinta-feira, agosto 30, 2007

(1520) REINCIDÊNCIA

(Sequestrados pelas FARC)

Na próxima Festa do Avante, o PCP reincide no convite dos seus amigos do Partido Comunista da Colômbia, ligados à organização narco-terrorista das FARC colombianas, além de outros amigos de sanguinárias ditaduras como as de Cuba, da Bielo-Rússia e da Coreia do Norte. As FARC constam da lista de organizações terroristas da União Europeia e o ano passado mereceram um vasto movimento de contestação na blogoesfera. Também o ano passado, António Costa, então ministro da Administração Interna disse nada à entrada destas pessoas em Portugal. O que tem desta vez e já devidamente prevenido o Governo e Rui Pereira a dizer sobre este assunto? O Estado vai fechar os olhos mais uma vez a esta intolerável cumplicidade entre o PCP e as FARC?

6 comentários:

AC disse...

Qual vasto movimento de contestação, aquele dos blogeiros anti-comunistas de serviço, que se entretêm a escrever uns para os outros? (de que o seu prévio post é um excelente exemplo)

Além de se vangloriarem mutuamente em elogios, para que servem?

Já agora, o que é uma organização terrorista? É que como partidos hoje respeitados (inclusivé enquanto governo) já foram organizações terroristas, fica a dúvida... Vem-me à cabeça a FRETILIN, o PAIGC, o MPLA; curioso é que até o agora celebrizado Mandela, já foi considerado terrorista, tal como o seu partido. E, de resto, também o PCP..

Portanto, o que é o terrorismo afinal? Porque se deve o PCP importar com o que uns e outros consideram terrorismo, vendo-se então que é um conceito perfeitamente relativizado de acordo com as necessiades do sistema?

Claro está que estas são reflexões para vós pouco importantes, o que importa mesmo é bater no PCP..

AC

Luís Bonifácio disse...

Para já não falar no homónio peruano (PCP), cuja face mais negra foi o Sendero Luminoso de Abimael Guzmán.

Anónimo disse...

É a impunidade total! O Estado ainda tem medo do PC?

António de Almeida disse...

-E da Venezuela, não vem ninguém explicar que o caminho da liberdade começa com uma presidência vitalícia?

AC disse...

Por acaso o anterior comentador leu a proposta de revisão constitucional? Ou só fala do que lhe interessa?

Não encontrou lá nada mais de interessante, parece-lhe que o fim do limite de mandatos é tudo o que importa? Calculo que sim, é o melhor para ameaçar com o espectro do anti-comunismo...

Caríssimos, a constituição será aprovada em Parlamento. Irá, porque apenas os apoiantes de Chavez estão no parlamento, mas isso é com a oposição, que não se candidatou.

Será depois votado em referendo.

Portanto, se a Constiuição fôr para a frente, se o limite de mandatos terminar, se a jorna diária passar a seis horas (curioso que por exemplo disto pouco ou nada se fala), será, necessariamente, por vontade popular.

Claro, agora dirão que está tudo decidido, fraude eleitoral e tal e coisa.

Mas lembro que já nos dois anteriores processos eleitorais, as equipas de observadores eleitorais (por vós habitualmente tão prezadas), declararam peremptoriamente não haver detectado fraudes ou irregularidades.

Na altura, o amigo Bush, que havia exigido/imposto os observadores, considerou que estavam todos enganados, quem sabia era ele, e sabia que havia fraude... Mas só ele o sabia.

Imagino que partilhem a opinião do amigo atlantista.

Caríssimos, abram os olhitos miúpes de anti-comunismo: cada povo tem o sistema que quer, por acção ou inacção. Onde os comunistas dominaram, foi porque o povo fez ou nada fez, onde domina o capitalismo é porque o povo faz por isso ou nada faz contra isso.

Claro que este facto básico, é por vós falseado, deturpado ou simplesmente enterrado, o que importa é mostrar que os comunistas são muito maus e matam tudo onde dominam...

E já agora, os comentadores de serviço podiam-se esforçar um pouco mais, e elaborar um pouco mais estas afirmações(zitas) atiradas para o ar.

Mas como já antes disse, a reflexão nestes blogs interessa pouco, neste tema o lixo de serviço concorda sempre, portanto só é preciso atirar a vossa porcaria ao ar, certamente um amigo a há-de apanhar.

Anónimo disse...

Já cá Faltava… O SILÊNCIO ENSURDECEDOR
Registe-se o SILÊNCIO ENSURDECEDOR da esmagadora maioria dos blogues defensores da democracia voluntariamente apanhados pelo fenómeno do “El Niño colombiano”.
1. Nem uma palavra sobre as dezenas de milhar de colombianos assassinados às mãos dos grupos para-militares de direita e de extrema-direita.
2. Nem uma palavra sobre os candidatos presidenciais assassinados de uma forma bárbara.
3. Nem uma palavra sobre os presidentes de câmara eleitos mortos.
4. Nem uma palavra sobre os autarcas eleitos assassinados.
5. Nem uma palavra sobre os dirigentes sindicais mortos.
6. Nem uma palavra sobre os sindicalistas assassinados.
7. Nem uma palavra sobre os dirigentes camponeses mortos.
8. Nem uma palavra sobre os dirigentes de associações e movimentos de cidadãos assassinados.
9. Nem uma palavra sobre os activistas do Partido Comunista Colombiano, de outros partidos e movimentos de esquerda e democráticos mortos.
10. OBJECTIVAMENTE, e sublinho OBJECTIVAMENTE, estamos perante a concepção proto fascista de que «todo o comunista (ou democrata) morto é um bom comunista (ou democrata)».
11. Estamos todos mais esclarecidos…
http://ocastendo.blogs.sapo.pt/42219.html