quinta-feira, fevereiro 14, 2008

(2238) MISTÉRIO

O único jogador do Sporting, um tal qualquer coisa acabada em "cevik", que rende golos e vitórias para a sua entidade empregadora, declarou recentemente que não gosta de futebol e nem sequer vê jogos na televisão. Faz o seu trabalhinho e pronto.Que raio de coisa.

1 comentário:

jpt disse...

desculpar-me-á a intrusão, e ainda mais nestes termos, mas este seu post incomoda:
1. que terá o futebol em si mesmo para se lhe referirmos em termos tão diferentes do resto? ou seja, porque alguém que normalmente usa de elegância no texto se permite - porque fala de futebolistas - a tamanha deselegância (gozo com os nomes, negação de estatuto profissional). V. escreveria nesse tom sobre agentes de outras actividades profissionais? (ok, sou sportinguista, mas não é isso que me aflige aqui)
2. quantas pessoas não têm amor pela actividade profissional própria? quantos fazem o seu trabalho, ainda que o melhor possível, e pronto ... Por que surpreende tanto num futebolista? Não é um (seu) encanto pelo próprio futebol (surpreende-lo-ia se fosse um talhante, um advogado ou um mecânico?)? - e se o é, como me parece, como conciliar com a estranho tom que usa?
cumprimentos